Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Dia nacional de combate às drogas e alcoolismo: psicóloga fala sobre o tema

Vinte de fevereiro é o Dia Nacional de Combate às drogas e alcoolismo. Para marcar a data, a Presidência do Poder Judiciário de Sergipe promoveu na manhã desta segunda-feira, 22/02, a palestra ‘Conversando sobre pessoas e suas dificuldades com as drogas’, ministrada por Renata Roriz, psicóloga clínica especializada em Dependência Química. A palestra foi transmitida ao vivo pelo canal do YouTube TJSE Eventos, onde ficou gravada. A palestra foi aberta e encerrada pelo Presidente do Poder Judiciário de Sergipe, Desembargador Edson Ulisses de Melo. “Marcamos para às 8 horas justamente para que os servidores pudessem assistir à palestra no início do expediente. O acesso ao YouTube está liberado em todos computadores funcionais porque temos consciência da importância desse e de outros temas que virão. Queremos facilitar o acesso às informações sobre assuntos que repercutem no dia a dia porque nosso objetivo também é cuidar da saúde de magistrados, servidores e da sociedade como um todo”, destacou o Presidente. Logo no início da palestra, a psicóloga ressaltou qual seria a pior droga. “A pior droga é aquela que a gente gosta, que se torna dependente e começa a fazer uso. Do uso vem o abuso e a dependência. O convite que eu faço a cada um é que seja dono das suas ações”, orientou Renata Roriz, lembrando que o autoconhecimento é o caminho para uma sociedade mais empática e que saiba combater o uso de drogas e o alcoolismo. “As drogas ilegais causam dificuldades, mas as legais também. Por isso, devemos reconhecer o poder nocivo do álcool”, apontou. A psicóloga destacou que o uso abusivo das bebidas alcoólicas é o maior propulsor da violência doméstica e familiar contra a mulher. “Mas como é uma droga lícita e está dentro das nossas casas, muitas vezes o poder do álcool é subestimado. O álcool altera o comportamento, a percepção e o juízo de valores”, salientou Renata, que ao final da palestra respondeu algumas perguntas feitas pela Diretora do Centro Médico do TJSE, Luciana Nobre. Uma delas foi como ajudar um amigo ou parente a deixar o vício da droga ou álcool. “Enquanto familiar ou amigo, é necessária uma mudança de comportamento de todos ao redor. Se eu tenho um irmão com problema de álcool, por exemplo, não posso beber na frente dele. Não basta atribuir a ele força de vontade. É necessário também encaminhá-lo para rede de atenção psicossocial”, orientou Renata. Ela também respondeu a outros questionamentos, entre eles como reconhecer a uso abusivo de drogas, álcool e até mesmo de ideias suicidas. A última pergunta foi sobre o limite entre o consumo social de álcool e o alcoolismo. “Quando a bebida alcoólica passa a ser um combustível para sua felicidade, é a hora de repensar o consumo”, alertou. Clique aqui e confira a palestra completa.
22/02/2021 (00:00)

Contate-nos

Rua dos Andradas  , 1560  , 16º andar
-  Centro
 -  Porto Alegre / RS
-  CEP: 90020-010
4003 84030800 880 8403
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia