Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Retificação - Abertura de Inscrições para o Curso ATENÇÃO ÀS VIOLÊNCIAS TRADICIONALMENTE DESCONSIDERADAS – ASPECTOS E ENFRENTAMENTO

A Escola Judicial do Estado de Sergipe, através da Coordenadoria de Cursos para Servidores, retifica as informações do curso ATENÇÃO ÀS VIOLÊNCIAS TRADICIONALMENTE DESCONSIDERADAS – ASPECTOS E ENFRENTAMENTO, no sentido de informar que o módulo I que será ministrado pelo Prof. Dr. Edinaldo César Santos Junior em 15/08/2022, ocorrerá na modalidade presencial:   urso: ATENÇÃO ÀS VIOLÊNCIAS TRADICIONALMENTE DESCONSIDERADAS – ASPECTOS E ENFRENTAMENTO Híbrido (Virtual e Presencial) Período e Horário: 15, 16, 17, 19 e 22 DE AGOSTO de 2022 8h às 12h Local: Dias 15 e 19 de agosto presencialmente na EJUSE - 7º andar do Anexo II  e nos dias 16, 17 e 22 de agosto através da Plataforma ZOOM. Inscrições: 27 DE JULHO A 08 DE AGOSTO DE 2022 As inscrições podem ser encerradas antes do período indicado, caso haja o preenchimento das vagas disponíveis. Público-alvo: Servidores em geral e magistrados do TJSE, colaboradores(as) e estagiários(as) que atuarão nos Centros Especializados de Atenção à Vítima. Como se inscrever: Portal EJUSE WEB, www.tjse.jus.br/ejuseweb/- O SERVIDOR DEVERÁ UTILIZAR A MESMA SENHA DE ACESSO AO SISTEMA ELETRÔNICO DE INFORMAÇÕES – SEI. Objetivo: O curso objetiva capacitar magistrados(as), servidores(as),colaboradores(as) e estagiários(as) que atuarão nos Centros Especializados de Atenção à Vítima, conforme a Resolução nº 253, de 4 de setembro de 2018 alterada pela Resolução nº 386, de 9 de abril de 2021. Carga horária: 20 horas/aula Facilitadores: Professor: Edinaldo César Santos Junior - Mestre em Direitos Humanos pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - USP (2013) Especialista em Direitos Humanos pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB (2001). Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe. Defensor Público do Estado da Bahia (2000-2005). Professor de Questões Raciais nos Cursos de Formação Inicial e Continuada da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (ENFAM). Professor do Mestrado Profissional da ENFAM. Professor da Escola Judicial de Sergipe (EJUSE), em nível de Pós-Graduação. Membro do Grupo de Trabalho do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), destinado à elaboração de estudos e indicação de soluções com vistas à formulação de políticas judiciárias sobre a Igualdade Racial no âmbito do Poder Judiciário. Membro do Comitê de Equidade de Gênero e Raça do Tribunal de Justiça de Sergipe. Coidealizador do ENAJUN - Encontro Nacional das Juízas e Juízes Negros. Prêmio Direitos Humanos 2009 da Presidência da República - Categoria: Enfrentamento à Tortura. Membro do Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura - CNPCT (2014-2016). 1º estagiário brasileiro perante a Corte Interamericana de Direitos Humanos em San José da Costa Rica (2001 – 2002). Professor: João Freitas de Castro Chaves. Defensor Público Federal com atuação na área de migrações e refúgio da Defensoria Pública da União. Participa de missões de campo, redes de assistência jurídica a pessoas migrantes e colaboração com projetos de agências internacionais e instituições de pesquisa. Possui experiência na área acadêmica como professor na Universidade Católica de Pernambuco na área de filosofia do Direito.Autor do livro " O problema do direito em Michel Foucalt" e de artigos sobre migrações. Graduado em Direito pela Universidade federal de Pernambuco. Mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Participa de capacitações e cursos de formação em todo o Brasil. Professora: Patrícia Novais Sathler Oliveira Calmon. Advogada, Graduada em Direito pela Faculdade de Direito de Vitória, FDV; Mestranda em Direito Processual pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).Tem experiência na área do direito civil, com ênfase em Direito das Famílias e Sucessões, Civil e Idoso. Gabriel Machado dos Santos: Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Sergipe (2019-2022). Graduação em Letras vernáculas (2014-2017). Atua na área educacional, com ênfase e especialização em gênero, sexualidade e persidade. Elabora cursos, palestras e capacitações sobre os direitos LGBTQIAP+ como estratégia de diálogo e reflexão acerca das políticas públicas para esta população.experiência nas áreas de educação e persidade. Desenvolve pesquisas, palestras e cursos relacionadas a gênero, sexualide e educação, especificamente atuando na área dos direitos da população LGBTQIAP+. Alessandra Farias Tavares: Graduada em Direito pela Universidade Tiradentes (1998). Advogada pela OAB/SE, Especializada em Direitos LGBTQIAPN+. Pós-graduada em Processo Civil. Coordenadora do Coletivo Mães pela Diversidade em Sergipe. Assessora Jurídica na Clínica Remonta LGBTQIAPN+. Membro voluntária na CasAmor Neide Silva e TransUnidas. Integrante da Comissão de Direitos LGBTQIAPN+ da OAB, Seccional Sergipe. Jéssica Caroline Gomes Silva: Graduada em Direito na Universidade Tiradentes. Pós-graduanda em Direitos Humanos.Pós-graduanda em Ciências Jurídicas aplicadas aos Tribunais do Trabalho. Advogada pela OAB/SE. Membro voluntária dos projeto social Mães Pela Diversidade/SE. Assessora Jurídica na Clínica Remonta LGBTQIAP+. Danielle Gomes de Santana: Doutora em Ciências da Saúde. Mestrado em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Sergipe (2012).Graduada em Farmácia pela Universidade Estadual da Paraíba (2007). Especialização em Educação Superior pela Universidade Gama Filho - RJ (2010). Possui experiência em ações educacionais como: palestras e capacitações sobre os Direitos LGBTQIAP+ Professor Ugo Maia Andrade : possui graduação em ciências sociais pela UFBA; graduado em filosofia pela UCSAL; mestrado em Ciência Social (Antropologia Social) pela USP e doutorado em Ciência Social (Antropologia Social) pela USP. Atua na Universidade Federal de Sergipe. Professor Associado II do Departamento de Ciências Sociais, do Programa de Pós-Graduação em Antropologia e do Programa de Pós-Graduação em Arqueologia da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Dedica-se à pesquisa etnológica, no baixo rio Oiapoque (AP) e submédio rio São Francisco (BA/PE), sobre xamanismo, ritual, zoocosmologia, antropologia fenomenológica, redes de relações e teorias ameríndias da materialidade; e em Sergipe sobre etnografia da memória da presença indígena e redes de proteção animal. Coordena o grupo de pesquisa INUMA - interfaces humano não humano (CNPq-UFS). Realização: COORDENADORIA DE CURSOS PARA SERVIDORES Conteúdo programátic Módulo 1 – Questões Raciais – Professor Edinaldo César Santos Junior Módulo 2 – Migração e Refúgio – Professor João Freitas de Castro Chaves Módulo 3 – Violência contra o Idoso – Professora Patrícia Novais Sathler Oliveira Calmon Módulo 4 – Questões de Gênero, Transfobia e Homofobia – Professores: Gabriel Machado dos Santos, Alessandra faria Tavares, Jéssica Caroline Gomes da Silva e Danielle Gomes de Santana. Módulo 5 – Questões Indígenas – Professor Ugo Maia Andrade Vagas: 80 vagas Mais informações: 3226-4204/ 3226-3318/ 3226-3337 ou ejuseservidor@tjse.jus.br.
02/08/2022 (00:00)

Contate-nos

Rua dos Andradas  , 1560  , 16º andar
-  Centro
 -  Porto Alegre / RS
-  CEP: 90020-010
4003 84030800 880 8403
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia